SOBRE O BLOG

Resenha: A Rosa do Inverno

Título: A Rosa do Inverno
Autora: Patrícia Cabot
Páginas: 416
Editora: Planeta do Brasil
Ano: 2008

Sinopse: Acostumado a conseguir qualquer mulher, Lord Edward Rawlings enlouquece com a sensualidade de Pegeen, que estava longe de ser a tia solteirona que ele havia imaginado. Mas Pegeen não está disposta a fazer mais concessões além de mudar-se, pelo bem de seu sobrinho, para a mansão dos Rawlings na Inglaterra. No entanto, ao chegar lá, ela logo percebe o risco que corre. Sempre movida pela razão, Pegeen sente que dessa vez seu coração está tomando as rédeas. Ela pode resistir ao dinheiro e ao status, mas conseguirá resistir a Edward? A Rosa do Inverno é um romance leve, com boa dose de romantismo, forte aroma de sensualidade e uma pitada de suspense. Fala de paixão arrebatadora e indevida, de destino e escolha. Mas, sobretudo, é uma história que acende o debate sobre a condição feminina, o papel, os desejos, os temores da mulher. Ao confrontar o instinto de se entregar a um homem e a decisão de manter a independência, a Patricia Cabot faz do livro um espelho dos dilemas femininos.

                                                 ___________________________________________

A Rosa do Inverno é o segundo livro que leio da autora Patrícia Cabot e posso afirmar que virei fã de seus romances de época. O livro é o primeiro da série Rawlings e nele conhecemos a irresistível Pegeen e o irredutível Lord Edward Rawlings.

Vivendo em um pequeno vilarejo e dependendo da caridade da igreja para sobreviver, Pegeen cria sozinha seu sobrinho Jamie, ao qual sua irmã deixou sobre seus cuidados quando ainda era um bebê. Filha de um vigário ela aprende a se defender muito cedo e fala tudo o que vem na cabeça, definitivamente sem papas na língua.

Edward por sua vez é um homem muito rico, que vive fazendo festas e se divertindo, mas que não quer de forma alguma assumir a responsabilidade de se tornar o duque da propriedade da família.  Descobrindo que tem um sobrinho, fruto do casamento de seu falecido irmão Jhon ele faz de tudo para encontrar o garoto sabendo que ele é o herdeiro direto para o trono, tirando assim a responsabilidade de Edward.

Com isso o destino trata de juntar a vida de Lord Edward e Pegeen. Jamie é um jovem de 10 anos e como toda criança, muito levado. Sua tia Pegeen se vê doida tendo que cuidar e educar seu sobrinho, mas o amor e carinho entre ambos é supera qualquer coisa. Tanto que quando o lord chega a propriedade de Peggen é avisado que Jamie só irá a qualquer lugar se Pegen estiver por perto.

Edward fica surpreendido quando chega ao encontro do sobrinho. Imaginando que a tia do garoto é uma senhora solitária,pois assim que chega se depara com uma linda jovem com um corpo escutural, olhos da cor de uma esmeralda e cabelos escuros. O interesse entre os dois surge logo no primeiro encontro, porém até admitirem a atração evidente ainda irão discutir e brigar por diversas vezes.

Edward é um verdadeiro lord. Bonito, rico, romântico e totalmente atraído pela única mulher que não conseguiu de primeira e pela que tem coragem de confronta-lo, sua concunhada Pegeen. Ela até que no início tenta evitar as tentativas de aproximação do irresistível tio do sobrinho por saber que ele é mulherengo, mas ao passar dos dias fica irresistível não cair nos braços e amar perdidamente. 

Porém, como na maioria das histórias nem tudo são flores, muita coisa acontece e os dois se veem no dilema se devem ou não se envolver. Ai só mesmo você lendo pra descobrir como essa história termina, uma coisa eu digo: é apaixonante! Quem não queria ter um Lord Edward apaixonado?  O segundo e último livro da série é Retrato do Meu Coração, que contará a história do futuro duque Jamie mais velho e sua inseparável amiga de infância, Maggie Herbert. 

Classificação:


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Acabou de sair!

No Google +

Leve com você!

Entre páginas e palpites