SOBRE O BLOG

Resenha: As Sete Irmãs


Título: As Sete Irmãs
Autora: Lucinda Riley
Páginas: 560
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014


Sinopse: "Meus dedos tocaram a selenita em meu colar. Tudo o que podia imaginar era que ele foi mandando comigo, como uma espécie de recordação, talvez por minha mãe, quando Pa Salt me adotou. Ele dissera, quando me deu o presente, que havia uma história interessante pode trás daquela joia... Ele esperava que eu perguntasse. E eu desejava com todo o coração, naquele momento, ter perguntado." Agora que Maia e suas irmãs perderam o pai, cada uma delas tem em suas mãos a decisão de buscar ou não a verdade sobre sua família biológica. Maia não resiste ao chamado do passado e é atraída até o Rio de Janeiro, onde, auxiliada pelo escritor Floriano, irá mergulhar em uma história quase centenária.  Nos anos 20, uma paixão devastadora entre uma aristocrata brasileira e um escultor francês é sufocada pelas convenções sociais. Uma pequena placa de pedra-sabão eternizou o amor de Izabela e Laurent, selando o destino de Maia.  A escritora best-seller Lucinda Riley mergulhou na cultura e na história do nosso país para conhecer de perto os mitos e verdades sobre a construção de um dos mais emblemáticos monumentos à nossa fé: o Cristo Redentor. O resultado dessa experiência é uma trama surpreendente e sensual, recheada de elementos exóticos. A partir do momento em que, junto com Maia, aterrissamos no Rio de Janeiro, não vamos nos separar dela enquanto não decifrarmos os segredos de seu passado. E esse é apenas o começo da viagem. 


                                           ________________________________________

O livro “As Sete Irmãs” da minha autora diva, Lucinda Riley foi lançado pela editora Novo Conceito sendo, o quinto traduzido aqui no Brasil. Conhecida por sua escrita impecável e pela maneira de juntar duas histórias em uma só, Lucinda mais uma vez está de parabéns.

No primeiro livro da série que contará a história de 6 irmãs que foram adotadas pelo misterioso Pa Salt somos apresentados a Maia, a mais velhas entre as irmãs e a única que permaneceu morando na casa da família próximo a Genebra.

Logo depois da morte misteriosa de Pa Salt, todas as irmãs se encontram e descobrem que ele deixou presentes para cada uma delas que são cartas, frases e coordenadas geográficas. Para que no futuro se assim elas desejarem descobrirem um pouco sobre seu passado. 

Maia então decide embarcar em uma viagem para o Rio de Janeiro afim de desvendar todo o mistério que envolve seu passado. Com isso ela conta com a ajuda de Francisco, um charmoso escritor, pai solteiro que ao decorrer da história ajuda Maia bem mais do que ela esperava.

Chegando a casa onde pelas coordenadas deixadas por Pa Salt seria o ponto de partida de sua busca, Maia se depara com uma senhora e sua cuidadora e aos poucos vai desvendando o mistério que envolve toda a Casa das Orquídeas.

O livro como todos os outros escritos pela autora, termina com o melhor desfecho. Não vou dizer que foi o melhor que já li, porém o seu enredo e toda a história que envolve a construção do Cristo Redentor nos envolve facilmente. 

O segundo volume da série A Irmã da Tempestade conta a história de Ally e na bienal de São Paulo desse ano onde autora já confirmou presença \o/ vai ser lançado A Garota Italiana.

Classificação:


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Acabou de sair!

No Google +

Leve com você!

Entre páginas e palpites